Pride and Prejudice

Numa conversa um tanto irônica e pouco afetuosa, mas já presente um amor cáustico entre o Sr. Darcy e a Srta. Elizabeth Bennet, ficam claros os dois temas do livro Orgulho e preconceito:

– Faço tudo repentinamente, disse o Sr. Darcy.

– É exatamente o que eu esperava de sua parte, disse Elizabeth.

– Está começando a compreender-me? Não sabia que a senhorita gostava de estudar a personalidade das pessoas.

– O campo, disse o Sr. Darcy, não oferece muitos exemplares para esse estudo. Muita limitação, pouca variedade de tipos.

– Mas as próprias pessoas, disse Elizabeth, mudam tanto que há sempre alguma coisa nova para se observar nelas.

– É verdade, disse a Sra. Bennet, ofendida pela maneira com que o rapaz se referia às pessoas do campo. – Garanto-lhes que acontece o mesmo na cidade, a mesma monotonia. Não vejo qualquer vantagem de Londres sobre o campo, a não ser as lojas e os logradouros públicos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s